TEVE UMA LIÇÃO DA CIÊNCIA DA ECT.
AGORA VAMOS PARA UMA LIÇÃO DE HISTÓRIA.

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL — Os psiquiatras na Alemanha aplicaram uma máquina de choque primitiva aos soldados traumatizados. O objetivo deles? Tornar os soldados mais aterrorizados dum hospital do que de lutar nas linhas da frente.

Década de 1920 — O psiquiatra austríaco Manfred Sakel procurou expulsar as “células cerebrais más” por meio de injetar os seus pacientes com insulina. Apesar das convulsões severas e da taxa de mortalidade de 5%, Sakel defendeu o seu “tratamento” ao indicar o estado infantil resultante dos seus pacientes. As alas hospitalares de choque e de terapia de insulina tornaram‑se um grande negócio.

Década de 1930 — O neuropsiquiatra húngaro Ladislas Meduna acreditava que podia expulsar a doença mental ao induzir convulsões prejudiciais ao cérebro com uma droga chamada Metrazol. Um psiquiatra podia dar choques químicos a 50 pacientes até um estado dócil numa manhã, tornando o procedimento extremamente lucrativo. Este sucesso financeiro provocou um método ainda mais lucrativo de convulsões prejudiciais ao cérebro — eletrochoques.

QUE INSTRUMENTO FOI USADO PARA DESTRUIR OS CÉREBROS DE PACIENTES?
VEJA ESTE DOCUMENTÁRIO.
TWEET
Neuropsiquiatra Ladislas Meduna
Downloads
Psiquiatria: A Viciar o seu Mundo em Drogas
DOWNLOAD GRATUITO

COMO SE MANTER A SI & AOS OUTROS BEM